Que tal um pouco de notícia boa ?

Uma enxurrada de notícias ruins e trágicas pode desmotivar a tropa no meio de uma guerra.



Imagine a cena. Você está em uma trincheira, cansado, molhado, fedido e com febre.

De repente o sargento aparece correndo, esbaforido, visivelmente nervoso, quase chorando e grita bem alto: soldados, ferrou. Acabou. Só com muita sorte vamos sair vivos. Porém, nem todos.

Nem precisa dizer que a pontinha de esperança que ainda habitava você vai por água abaixo. O negócio é jogar a arma no chão, ajoelhar e rezar. Ponto final. Game over.


Às vezes, essa é a impressão que tenho ao assistir a um telejornal. Após uma leva de notícias ruins e desanimadoras, vem uma mais leve sobre o músico que toca no telhado ou a mãe fofa que faz bichinhos de cartolina para seus filhos fofos e gordinhos de tanto comer na quarentena.


O que eu gostaria ? Oras que se falasse sobre a pandemia mas dosando os dois lados da guerra, não só o das mortes, mas os dos recuperados também. É preciso mostrar que a humanidade está no controle e que vamos ganhar essa guerra. Se depender da maioria dos jornais, portais e TV´s, somos o Brasil e o Coronavírus, a Alemanha metendo 7 gols sem dó nem piedade.


Os números de hoje - ahhh, esses números ! - apontam que o mundo passou a casa dos 2 milhões de infectados mas que quase 500 mil pessoas estão curadas, 3 vezes mais do que o número de baixas.


Outras notícias dão conta que várias indústrias farmacêuticas estão prontas para iniciarem os testes de vacinas em seres humanos e que vários medicamentos estão sendo testados com resultados animadores.


Vamos valorizar as notícias que mostram as empresas doando muito dinheiro e, as pessoas pobres, doando o pouco que tem para àqueles que nada tem. Vamos vibrar com as atitudes heróicas dos profissionais de saúde brasileiros e com a criatividade dos alunos das faculdades que estão desenvolvendo respiradores que custarão menos de 10% do valor dos importados.


Enfim, temos que motivar uns aos outros e nos motivar.

Sejamos mais a ponta de esperança que habita o soldado ao invés de sermos um sargento assustado.


Eduardo Augusto Sona é jornalista, radialista e diretor da Travel TV Brasil


0 visualização

© 2019 - Direitos Reservados

para Travel TV Brasil

Louveira - SP

contato@travel.tv.br

 

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon