Memórias da pandemia

Algumas conclusões que cheguei sobre essa pandemia e que já vinha falando há tempos:

Legenda: mais uma vez será esse cara que vai pagar a conta


- A quarentena exigida na cidade de São Paulo - e não estou convencido dela - não serve para Louveira e a de Louveira não se aplica em Jundiaí. Cada cidade e cada região do Brasil é um país à parte e tem a sua realidade e suas necessidades.


- A palhaçada que a OMS e o Mandetta fizeram divulgando que a máscara era inútil e, depois de 1 mês, útil, resultou em um número alto de infectados. No lugar de gastar essa montanha de dinheiro com a morte, poderia ter gasto muito menos com a prevenção das pessoas. Quanto custaria ter distribuido máscaras e álcool em gel para a população ? Garanto que muito menos do que os respiradores superfaturados desses governadores bandidos.


- Desde o início apontei que esse rio de dinheiro despejado nos estados e municípios seria desviado para fins eleitorais. Tá aí o Ministério Público e a Polícia Federal que não me deixa mentir.


- Nunca vi tantos especialistas em nada dando palpites nas emissoras de TV´s, rádios e internet. Tudo em cima do achismo sem estudos ou comprovação de dados. Mais uma vez: o serve para a Itália ou Estados Unidos não serve para o Brasil e isso incluí até mesmo os palpites e pitacos de médicos do exterior.


- Uma babação de ovos da mídia em cima do estudo e dos números do Imperial College, do Reino Unido que se mostrou totalmente furado quando os 2 milhões de americanos mortos foram reduzidos à 100 mil.


- Um oportunismo macabro da imprensa brasileira, em especial as TV´s, criando um terrorismo em cima da população. Nesse período de feriadão "gourmet" para a classe média e alta, as emissoras tiveram 80% de aumento na publicidade. Portanto, #FiqueEmCasa.


- Mais uma vez o micro, pequeno e médio empresário vai sair no prejuízo enquanto milhões de empregados serão demitidos. Crédito mais barato ? Esqueça pois o banco está feliz com o faturamento e não faz questão nenhuma de te ajudar.


- Finalmente, o oportunismo maquiavélico dos políticos, todos eles, que viram no coronavírus uma brecha para impor suas agendas. Do Presidente da República ao vereador do interior do Pará.


Eduardo Augusto Sona é jornalista, radialista e diretor da Travel TV Brasil

3 visualizações

© 2019 - Direitos Reservados

para Travel TV Brasil

Louveira - SP

contato@travel.tv.br

 

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon