Cruzando mapas

Análise dos mapas da Malária versus Covid-19, deixa aberto um caminho a pesquisar.


Sou jornalista, não médico ou pesquisador científico. Trabalho com a lógica, observação e informações. Venho acompanhando a discussão política e médica sobre o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina, um remédio usado há anos no combate à malária, lúpus e outras doenças. Estudos e pesquisas vêm sendo realizadas com perspectivas de conclusão para daqui algumas semanas ou meses. Não temos esse tempo todo.


Nesta madrugada uma questão surgiu na minha cabeça: se a cloroquina vem sendo usada há muito tempo contra a malária, porque não cruzar os mapas de infecção das duas doenças ?

Para mim, é certeza de que os países que sofrem com a malária utilizam ou utilizaram a cloroquina em quantidades maiores do que as outras nações que não registram esse problema.


Localizei na internet os dois mapas atualizados. O da malária (esquerda) é do Ministério da Saúde e o do Coronavírus (Covid-19) é do portal Bing, da Microsoft. Para reforçar a pesquisa, cruzei com os dados atualizados do portal WorldoMeters.


Fica muito claro nos mapas de que países com maior incidência de malária são os menos afetados pelo Coronavírus, quando comparados à países da Europa ou Estados Unidos.

Na América do Sul, por exemplo, se comparar a incidência de malária x coronavírus, algumas informações interessantes aparecem.

O Chile, país onde a malária foi praticamente erradicada, informações atuais da pandemia mostram que o país tem 5.546 casos registrados e 48 mortes, para uma população de 18 milhões de habitantes. Já a Colômbia, com 48 milhões de habitantes registra 2.054 casos e 55 mortes. Ela está na área de risco da malária. O Chile, não.



Como disse no início da matéria, sou jornalista, não médico. Mas me atrevo a fazer uma sugestão ao Ministério da Saúde: por que não cruzar os dados de pessoas infectadas x uso anterior do medicamento cloroquina x histórico de malária do paciente.

É praticamente a consolidação de dados de uma pesquisa que estava sendo realizada naturalmente. O resultado é de extrema importância para sabermos se a cloroquina pode evitar a infecção e/ou combater o vírus.


Eduardo Augusto Sona é jornalista, radialista e diretor da Travel TV Brasil.



8 visualizações

© 2019 - Direitos Reservados

para Travel TV Brasil

Louveira - SP

contato@travel.tv.br

 

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon